Project

Saae Itabirito inaugura Sistema de Automação da ETA

Itabirito deu mais um passo para a excelência no tratamento de água. Na última quinta-feira, 29 de setembro, o Sistema de Abastecimento de Água e Esgoto (Saae) inaugurou o sistema de automação da Estação de Tratamento de Água (ETA) Waldir Salvador de Oliveira. O sistema é responsável por realizar todo o processo de monitoramento da qualidade da água e ajustes necessários, que antes era realizado manualmente, e agora será de forma automática.
O planejamento para a implantação do sistema começou a ser realizado no início do ano e contou com o desenvolvimento da equipe do Saae. O novo sistema traz uma série de benefícios, como o aumento da capacidade produtiva da ETA, diminuição das perdas de água durante o processo de tratamento, emissão continuada dos relatórios de qualidade da água, diminuição da utilização de produtos químicos e, principalmente, a diminuição nas paradas de abastecimento, já que os ajustes serão realizados de forma automática durante todo o processo.
Idealizado há anos, projeto representa inovação no tratamento de água
O diretor-presidente do Saae, Wagner Melillo, ressaltou o trabalho de toda a equipe para a conclusão do projeto. “Começamos a trabalhar na automação ainda em 2006, quando fizemos uma grande reforma e ampliação da ETA com o foco na automação. Agora, o Saae de Itabirito também é destaque em termos de tecnologia de tratamento de água, já que somos um dos poucos municípios de Minas Gerais a utilizar esta metodologia inovadora. Toda a equipe está de parabéns pelo excelente trabalho”, ressaltou. Melillo ainda destacou que a instalação do sistema não representa a diminuição do quadro de servidores, já que os técnicos continuam sendo de fundamental importância para o processo.
Para o chefe da ETA, Rogério Alves Barbosa, a entrega do novo sistema representa um sonho de anos. “A automação é um sonho nosso que já dura 15 anos e agora podemos comemorar a finalização do projeto. Este sistema vai trazer um ganho enorme para a população e também para nós, que trabalhamos aqui”, explicou.
O novo sistema já começou a operar na quinta-feira, mas de acordo com Barbosa, é necessário um período de aproximadamente 15 dias de ajustes até que esteja funcionando 100%.

Leave a Reply